Em busca da balada perfeita....

Tem até um programa de TV como esse nome, né?! Vou confessar que já até assisti a alguns episódios, mas não é um dos melhores na minha opinião. Prefiro ´Vai pra onde?´com o Bruno de Luca. Rs.

Minha vida sempre foi, é e sempre será bem agitada. Gosto de estar com pessoas. Não importa se em baladas ou reuniões em casa. Na verdade, hoje em dia, nem vou tanto mais para baladas. Hoje prefiro um barzinho com os amigos a aquela balada lotada. Não estou falando que não vou mais, até porque uma baladinha é sempre bem vinda, mas tenho outras preferências hoje.

Comecei a sair bem cedo, minha adolescência foi dividida entre São Paulo e Praia Grande, sim, nossa velha e famosa PG.

Lá passei meus momentos mais inesquecíveis que serão lembrados até o fim dessa vida. Fiz grandes amigos e grandes loucuras. Nossa! Como nos divertíamos com tão pouco e como éramos felizes. Nossa ´bebida´era a tal pinga com mel que custava R$ 1,00 (eu acho). Gente, como aquele negócio era gostoso. Sei lá qual a procedência do mel que eles usavam e acho que também nem queria saber. Era melhor. Rs.

Que saudades dessa época... Época que pegávamos carona para voltar dos shows da Boulevard, ´Coxinhaaaaa, fdp´ frase de um maluco qualquer que tínhamos pego carona na saída de um dos shows e que não sei se ríamos devido a voz bizarraaaaa do cara ou por causa do nosso medo, das noites no Passarinho´s, do Massa, do Chicama, das noites em Mongaguá, da XV, Estrondo, no bar do meu pai, nas barracas de praia, das festas das calçadas, das batidas de coco, dos carnavais, réveillons, de voltar a pé cantando pelas ruas de madrugada sem preocupação... Enfim... De tudo que esse lugar me proporcionou de alegrias e baladas diferentes.

Quando estava em São Paulo minha rotina não era diferente, principalmente com os amigos do colégio, que tenho amizade até hoje. Só não vamos aqui comentar quanto tempo de amizade, pois não vale a pena ficar falando de idade, não é?! Rs.

Minha casa também era conhecida por causa das festas, as festas que fazia nos jogos da Copa, nos aniversários, festas juninas. Íamos para umas baldas bizarras nessa época, mas sempre voltávamos com dez mil histórias. Principalmente quando se tratava dos nossos pagodes de quinta-feira, forró, o amor pela Xiboquinha, nossos encontros de segunda no Mango, nossa viagem para Porto Seguro (Jesus! Melhor deixar pra lá! 😮), nossos churrascos, nossos natáis... E histórias nossas histórias..

Depois que entrei para a faculdade o negócio ficou um pouco pior... Se meus pais achavam que não tinha como piorar, tadinhos... #fail

Não pensem que aqui vos fala uma patricinha que os pais sempre deram de tudo e que ela só pensava em baladas e mais nada. Não, eu trabalho desde os meus 14 anos. Mas sempre tentei aproveitar minha vida ao máximo e faço isso até hoje. Meu pique para sair é incansável.

Bom, voltemos a época da faculdade...

As baladas e festas tornaram-se nossas maiores rotinas. Fui a primeira a ter conta no bar da faculdade. Adorava o pessoal do Lagartixa Bar (Será que ainda existe?!), nossas melhores noites de truco e sinuca eram lá.

De segunda rolava uma tal de uma festa que mulher entrava VIP e ainda ganhava chopp, se não me engano, era em alguma balada pela Zona Oeste ou Leste.

De quinta nos dividíamos entre os pagodes e as noites de black. Às vezes estávamos no bar da faculdade e, quando olhávamos, já estávamos em alguma balada ou festa qualquer.

Meu deus!!! E a época do bar que apelidamos de Satanás??? Muitas vezes fazíamos o 'esquenta' lá e depois íamos para a balada, outras vezes os donos fechavam as portas e ficavam bebendo conosco. Sei que eu estava lá quase que toda quinta-feira e alguns outros dias da semana. Os donos ficaram tão amigos que até fiz meu aniversário lá um dia. Esse dia do aniversário é melhor deixar pra lá, pois quando olhei, eu estava na PG... É... Ok!! Não sei porque fazíamos isso. Estávamos em Sampa curtindo uma baladinha e, de repente, já estávamos curtindo outra na praia. As noitadas na praia da Baleia...

As festas eletrônicas de final de semana, os pagodes de domingo que começavam a tarde e só terminavam na madrugada. Os churrascos aos sábados... Ôooooo vida boa sô!

Depois fui morar em Salvador. Santo Pai! Os 'babas' com o Carne de Arara, a feijuca da madruga no Mercado do Peixe, as baladas no Rio Vermelho, as festas na Praia do Forte, na Praia do Flamengo, no meu querido e amigo Imbuí, o famoso Muá, o 20Xote E Um Galope de domingo, as noites que chamávamos de Despandengação, as noites em Morro de São Paulo, a Aurora amada, as outras milhares de PVT´s. Putz!!! Tantas e tantas outras. 

Logo que voltei de Salvador reencontrei amigos que havia 'deixado' pra trás e a rotina das festas voltam ao normal. Claro que, com a idade e com a quantidade de trabalho envolvido, nossas noites foram ficando mais tranquilas. Nossas baladas durante a semana tornaram-se os barzinhos de boa. E, as baladas mesmo, ocorrem umas duas vezes ao ano mais ou menos. Mas continuamos vivendo e vivendo muito. Colocamos nos nossos currículos muitas idas a Floripa, ao Guarujá, Caraguá, Maresias, Ubatuba, Europa, bloquinhos de rua, festivais e mais festivais de música eletrônica...

Enfim, foram muitas baladas, muitas viagens, muitas festas, muitos e muitos shows, muitas risadas, muita bebedeira, muita dança, muito abraço, muitossssss brindes a vida.

E, hoje eu não procuro mais minha balada perfeita, pois já achei. Após tantas baladas pelo mundo já visitadas e aproveitadas, aprendi que não é a balada que precisa ser perfeita e, sim, as suas companhias.

Você pode assstir um filme maravilosooooo e achar uma porcaria ou, então, assistir um filme que é uma porcaria e o achar engraçado, pois o importante mesmo era quem estava ao seu lado e, não, propriamente o filme.

Não busque a balada perfeita, busque companhias perfeitas. Não aquelas que não possuem defeitos, pois somos seres humanos e todos nós possuímos. Mas aquelas que transforam qualquer lugar tosco em um lugar maravilhoso. Qualquer barzinho boring em um lugar agradável. Aliás, aquelas que te fazem rir de tão boring que é o lugar. Aquelas que você pode ser você mesma e elas podem ser como são. Aquelas que extraem o melhor do que há em você. Aquelas que fazem seu olhar brilhar, que fazem você ficar com dor de tanto que riu. 

Tenho companhias que eu nem pergunto para onde estou indo, eles ligam e falam 'Mari, se arruma que eu to passando ai para tomarmos aquela cervejinha', ou outros que falam 'Vai Maloka, se arruma ai que eu to chegando!', outros que falam 'Ow Panaca, vamos sair hoje e nem quero saber!', outros 'Desce logo vai, não me irrita', outros 'Vai, vem logo pra cá e a gente vê'... E sabem porque eu nem pergunto, porque não me interessa. Não quero nem saber aonde estarei, pois sei que estou com eles e isso já basta. O que é bom só tende a melhorar e, o que não é tanto, tende a ficar bom.

A balada perfeita está em você e em suas compahias. Se ultimamente você não está tendo uma balada perfeita, caution baby, o problema provavelmente não está no lugar....

Brinde a vida!!! A vida é breve!!! 😀👍

 

Viva a sociedade alternativa...

Feriadinho chegando e aquela vontade de sair já começa na segunda, ou seja, hoje...

E quem sou eu para falar que estão errados? Imagina, meu bem!!! Quero mais é que vocês vão curtir essa vida linda que temos, portanto, seguem mais algumas dicas de lugares bacanas por Sampa meu...

Como gosto bastante de lugares alternativos e esse post já foi solicitado, vamos lá falar sobre eles. 

Garrafas Bar - Rua Wisard, 252. - Se for descolado, músico, artista plástico, gosta de trocar livros, cerveja gelada, esse é o lugar. 😉

O Garrafas é um lugar que mistura música, bom atendimento, ótimos drinks foods. Vale muitooooo a pena... 

Os artistas plásticos podem deixar suas obras expostas durante o funcionamento da casa. Cada exposição fica 15 dias.

O Open Mic, projeto da casa e Jack Daniel´s Brasil, acontece toda quarta-feira. Lá os novos artistas podem se apresentar ao vivo no palco do bar. Além disso, durante o Open Mic, todos os drinks com Jack são DOUBLE baby! Aproveitem que essa quarta é véspera de feriado e o local promete encher... #ficaadica

"Tire Seu Livro da Prateleira", esse é o nome do projeto que o bar possui e que incentiva a troca gratuita de livros.

Site - http://www.garrafasbar.com.br/

Javali - "Excessos são bem-vindos"

Sim, é um excesso. Excesso de gente bonita, de energia, de pessoas cantando alto e com os olhos fechados ou as mãos para cima, de papel picado e de bexigas caindo do teto e, tudo isso junto, é MA RA VI LHO SO!!!

A primeira edição ocorreu em 2012 e, desde então, já virou tradição. Você consegue comprar seu ingresso e bebidas antecipadamente, isso ajuda muito a não pegar filas. Basta clicar no link e garantir http://www.eventick.com.br/javabritto

A festa ocorre dia 08/07, véspera do feriado, na Praça Almeida Júnior, 86 – Liberdade (próximo ao Metrô). #sóvai

Obá - A Festa - Especial Elza Soares

A entrada até às 23h será apenas 1kg de alimento não perecível e, às 21h, o quintal será aberto e será exibido o Documentário Canal BIS - Elza Soares. Quem chegar para o filme vai ganhar uma dose de cachaça para se aquecer e cair na pista depois.

Além dos grandes sucessos e parcerias de Elza, teremos samba, samba rock, bossa nova, MPB, sambalanço e por ai vai...

A festa rola no Morfeus Club - Rua Ana Cintra, 110 - https://www.facebook.com/obafesta

Drosophyla Madame Lili - Bar & Restaurante - Rua Nestor Pestana, 163

O diferencial desse bar já começa pela sua localização, dentro de uma casa construída em 1920. Esse realmente é um lugar que para sair do comum. A igreja que pode ser vista do terraço, os tacos do piso, a madeira-de-lei nas paredes, a escadaria e o vitral, as luminárias... Enfim, tudo é encantador e diferente. A comida é incrível e os drinks, muitas vezes, servidos em copos, xícaras com mais de 4 décadas. 

Toda quinta rola um Jazz e a casa sempre faz alguma promoçãozinha durante a semana para agradar os clientes.

O site do Drosophyla não possui muitas informações, mas a página no Facebook sim. Segue a página https://www.facebook.com/drosophyla

MIS - Museu da Imagem e do Som -  Avenida Europa, 158 - 

Um lugar que eu realmente gosto e frequento, principalmente quando tem a Green Sunset. 😀

Nos dias 11 e 12/07, o MIS vai promover o evento Festival de Bandas Cover, em comemoração ao Dia do Rock n´roll. Além dos shows, terá venda de vinis e uma feirinha gastronômica. Para conferir essa e outras as milhares de atrações que o MIS oferece, só entrar no site http://www.mis-sp.org.br/ . Vale a pena!!!

Jazz nos Fundos - Rua João Moura, 1076

Escondida nos fundos de um estacionamento, a casa abre de quinta a sábado, sempre com algum show ao vivo. A decoração do espaço é praticamente toda de materiais recicláveis, encontrados nas ruas e caçambas da cidade, e sucata. A entrada conta com uma pequena galeria de arte que traz exposições mensais de jovens artistas. A casa conta com um atendimento excelente e possui um menu de vinhos, cervejas, drinks e petiscos selecionados.

Essa quinta, feriado, já dá para curtir um bom som e apreciar um bom vinho, não?! Informações - http://jazznosfundos.net/

Calefação Tropicaos - Rua Prof. Afonso Bovero, 382

Essa semana a festa será na laje de uma lojinha de discos. Com clima de festa em casa, com discos de vinil, o famoso "buraco quente", cervejas artesanais, comércio alternativo e muita alegria...

Os preços são super justos e eles também ajudam o próximo. Portanto, se for ao evento e puder doar algo, será muito bem-vindo.

Puxadinho da Praça - Rua Belmiro Braga, 216

Conhecido pela intensa programação de apresentações autorais, o Puxadinho também recebe festas, bandas para ensaios e exposições, além da galeria ao ar livre na fachada que muda a cada três meses.

Ahhhhhh e conta com uma boa qualidade em cervejas e caipirinhas feitas com cachaças envelhecidas.

Informações - http://www.puxadinhodapraca.com/

 

Essas são algumas dentre as milhares opções que São Paulo oferece, espero que vocês curtam!

Agora é só se jogar!!! 🤪

Beijo grande no coração!! ❤😘

 

Para os pais aflitos...

Após a postagem de ontem com algumas dicas do que se fazer em São Paulo, recebi mensagens pedindo dicas para as crianças e para a galera um pouco mais alternativa. 

Como sei que os pais meio que se desesperam quando chegam as férias da garatoda, vamos começar por eles, ok?! 🙃

Separei algumas dicas para vocês, as que eu achei mais interessantes, e espero que eu consiga ajudar!!! Não se desesperem, tem muita coisa para fazer. Vou falar que, após muita pesquisa, descobri alguns lugares que não conhecia em São Paulo e que fiquei com vontade de conhecer. 😉

For free - 😀

Biblioteca de São PauloAvenida Cruzeiro Do Sul, 2630 - ao lado da estação Carandiru do metrô.

Além da imensa variedade de livros infantis e juvenis, a biblioteca conta com uma programação cultural bem legal. Jogos, brincadeiras, artes plásticas, narração de histórias, passeios ao parque e muito mais...  

As atividades ocorrem de terça a domingo e são gratuitas. Confirma toda a programação no link - http://vejasp.abril.com.br/atracao/ferias-na-biblioteca-de-sao-paulo

Sesc São Paulo - Programação em todas as unidades de São Paulo. Confira através do link - http://www.sescsp.org.br/programacao/37344_INSCRICOES+PARA+PROGRAMACAO+DE+FERIAS+DE+JULHO

Os Sescs são uma ótimaaaaa opção para os pais. Contam com programações diárias e gratuitas. Tem Criações de carimbos, Histórias e brincadeiras, Parque bambu, #sejoga, Movimento e ludicidade, Quintal Sesc, Mergulho nas férias, Criançada na área, Madagascar 3, Homem na agulha, Pé de vento, Gincana Lúdica... Nossa! Não para... 

Recomendo muito que os papais entrem no link e vejam toda a programação e o Sesc mais próximo a sua casa, trabalho, casa da vó... Rs. 

Museu Oceanográfico da USP - Praça do Oceanográfico, 191 - Cidade Universitária 

Além do aquário marinho, a criançada (e eu! Rs) podem conhecer sobre o mundo dos oceanos através da exposição permanente do museu, participar de simulações de estação oceanógrofa e práticas de laboratório. 

O museu é uma intituição pública e com entrada franca.Visitas individuais devem ser realizadas durante o horário de funcionamento, das 9h às 17h de terça à sexta-feira, e das 10h às 16h aos sábados, domingos e feriados. Saiba mais atravé do link - http://www.usp.br/aun/exibir.php?id=5902 

Falando em USP, que tal falarmos da Estação Natureza? Estação Ciência | Rua Guaicurus, 1274, Lapa

Sim, está localizada na plataforma de entrada da Estação Ciência, disposta em cinco vagões de trem personalizados. Cada vagão busca trazer a realidade dos diferentes biomas brasileiros por meio de elementos interativos, simulações de temperatura, aromas, projeções audiovisuais, painéis fotográficos e modelos de plantas e animais.

Entrada gratuita de terça a quinta das 08:00 às 18:00h. Confirma mais através do link - http://www.fundacaogrupoboticario.org.br/pt/o-que-fazemos/estacao-natureza/pages/sao-paulo.aspx 

Gibiteca Henfil - Centro Cultural de São Paulo - Rua Vergueiro, 1000 (Obs.: Eu realmente quis conhecer mais após a pesquisa. Que vergonha não saber que tem tantas coisas legais aqui e de graça!! 😥)

A Gibiteca tem uma coleção com mais de 10 mil títulos entre álbuns de quadrinhos, gibis, periódicos e livros sobre HQ. Sua programação diversificada, envolvendo oficinas, palestras, exposições, exibição de filmes e jogos, atrai fãs e profissionais da área. Além disso, dentro do Centro Cultural, você pode ir a peças teatrais, cinemas, aulas de dança, cursos, literatura, música e por ai vai... Em algumas atividades são cobradas uma taxa de R$ 1,00 que eles usam para manutenção. Acessem o link - http://www.centrocultural.sp.gov.br/programacao.html

Mais em conta - 🤩

Museu da Imigração - Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca

Após quatro anos fechado, o museu reabriu para o público ano passado. O museu traz novidades tais como loja, café, biblioteca, wi-fi no jardim e interligação com a maria-fumaça. A maria-fumaça é uma ótima opção, além de disso, o museu preparou um mês de atrações para a criançada. Tem o Trem de ferro, Minha hospedaria, Oficina de sons, Estudo do Meio... 

O horário de funcionamento é de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos e feriados das 10h às 17h. O ingresso para visitar as exposições custa R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia-entrada) e aos sábados a entrada é totalmente gratuita. Quinzenalmente, às sextas-feiras, o MI oferece visitação noturna, ampliando seu horário de atendimento até as 21h. Saiba mais no site - http://museudaimigracao.org.br/programacao-de-ferias-e-atracao-em-julho-museu-da-imigracao/

Catavento Cultural - Avenida Mercúrio, s/n - Pq. Dom Pedro II - Brás (Outro local que eu quero conhecer!!)

Você poderá tocar em um meteorito de verdade, encontrar Gandhi em uma escalada, conhecer o corpo humano por dentro, entender como funciona um gerador de energia ou ainda descobrir que o Sol, visto de perto, não é tão redondo como parece quando estamos na praia, tudo isso no centro de São Paulo. 

De terça-feira a domingo, das 9h às 17h. Ingresso são R$ 6,00 inteira e R$ 3,00 meia. Aos sábados a entrada é gratuita. Dica: Cheguem cedo. Para maiores informações - http://www.cataventocultural.org.br/home

Roller Jam - Antes de qualquer informação sobre esse local, um minuto para a minha cara passada que não sabia que ainda tinha.  Como eu não sabia?! 😥 Bom, mas agora quem quiser que eu leve os filhos, pode falar. kkkkkkkkkk

Rua Fernando Falcão, 393 - Moóca - Maiores informações - http://www.rollerjam.com.br/

Postei um vídeo também para vocês verem crianças e adultos em um mesmo local e se divertindo juntos. Após as 22:00h, é proibida a entrada de menores de 18 anos desacompanhado dos pais.

Teatro Folha - Avenida Higienópolis, 618 - Consolação (Shopping Pátio Higienópolis)

O teatro trará sete peças com apresentações diárias. Peças como Alice - O Musical, Pinocchio, Rapunzel, A Bela Adormecida - Uma Ópera Rock, dentre outras. 

Segunda a sexta, 16h; sábado e domingo, 16h e 17h50. Mais informações - http://www.conteudoteatral.com.br/teatrofolha/

Bilheteria: a partir das 14h (segunda), das 15h (terça a sexta); a partir das 12h (sábado e domingo). Estacionamento (R$ 13,00, por duas horas).

Ingresso - R$ 30,00 

Zoológico + Mundo dos Dinossauros - Av. Miguel Stefano, 4241 - Água Funda (Quem vamos???)

Além dos milhares de animais que estão numa área enorme da Mata Atlântica, dos passeios noturnos, do Zoo Safári, agora você conta com a exposição Mundo dos Dinossauros, como o tiranossauro rex ao ar livre de 8 m de altura (Coloquei o vídeo ilustrativo na parte de Vídeos para vocês de tanto que eu amei. Rs)

Zoo + Dinossauros - Maiores informações - www.zoologico.sp.gov.br

Terça a domingo, 9:30h às 17:30h
Entrada apenas exposição (adultos): R$ 10,00

Entrada zoo (adultos): R$ 19,00

Zoo mais exposição (adultos): R$ 27,00

Crianças de 5 a 12 anos

Entrada zoo (crianças): R$ 7,50

Zoo mais exposição (crianças): R$ 11,50

Aquário de São PauloRua Huet Bacelar, 407 - Ipiranga

Após uma expansão realizada em abril de 2015, o parque tem como grande atração um casal de ursos polares, vindos da Rússia.  Também são novidades bichos provenientes de regiões como Austrália, África e Indonésia. São cangurus, equidnas, vombates e leões-marinhos. Há ainda lêmures, que ganharam fama com o personagem Rei Julien do filmeMadagascar (2005), e suricatos, similares a Timão, do desenho O Rei Leão (1994).

Promoção para os ingressos comprados até dia 08/07 - R$ 40,00 para adultos também. Mais informações - http://www.aquariodesaopaulo.com.br/ 

Um pouco mais salgados - 🤔

Kart Indoor Shopping Interlagos - Shopping Interlagos - Av. Interlagos, 2255 - Interlagos - Maiores informações - http://www.interkartindoor.com.br/index.html

Por estar dentro de um shopping, já agrada, não?! E os pais poderão desfrutar de toda infra-estrutura. O estacionamento é gratuito, porém, descoberto. Tem lanchonetes, boliche, cimena, entre outras opções de diversão além do kart.

Obs.: Não recomendável para menores de 1,20m, gestantes e portadores de necessidades especiais.

Ingressos - R$ 80,00

Melhor horário para crianças de 5 a 12 anos -

Segunda a sexta-feira das 14:00 as 18:00h

Final de semana das 13:00h as 16:00h. Agendamento somente de segunda a sexta-feira. Final de semana somente por ordem de chegada.

Kidzania São Paulo - Shopping Eldorado - Avenida Rebouças, 3970 - Pinheiros - Maiores informações - http://saopaulo.kidzania.com/pt-br/

Por lá ocorrem ainda simulações de casos enfrentados em uma delegacia, cozinha de restaurante, agência de publicidade, laboratório de ciências e até em uma redação de jornal. A ideia ali é o visitante escolher quais profissões quer desempenhar durante o passeio, entre as 52 opções disponíveis.

A aventura começa com uma ida ao banco para trocar o cheque por cédulas ou um cartão, usados para ingressar nos diversos estabelecimentos e instituições da cidade. Depois de “trabalhar” em uma das áreas, eles recebem o salário em kidZos – a moeda pode ser utilizada também para pagar por serviços como manicure.

Segunda à sexta, das 9h às 19:00h

Sábado, domingo e feriados, das 9h às 14:00h e das 15h às 20h.

Ingressos: crianças de R$ 100,00 a R$ 120 / adulto R$ 50 / Senior R$ 25

Teatro Bradesco - Rua Turiassú, 2100 - 3º piso do Bourbon Shopping - Mais informações - http://www.teatrobradesco.com.br/programacao.php?id=604&evento=DISNEY+LIVE+2015

De 17 a 24/07, o teatro apresenta o espetáculo "Disney Live - O caminho mágico de Mickey e Minnie".

Os ingressos variam de R$ 40,00 a R$ 180,00 e os horários de cada dia estão disponíveis no site.

 

Essas foram algumas dicas para vocês aproveitarem com a criançada!!! Gostaram??? 🤔 Espero que sim! Rs.

Agora tirem as crianças de casa ou já dêem essas dicas para as madrinhas, avós e etc..Rs.

Ahhhhhhhhhh... Essa foto sou eu pequena... Será que meus pais ficavam enlouquecidos comigo?? 🤪🙃 kkkkkkkkkkkkkkk

Não esqueçam de deixar os comentários, dicas e/ou críticas construtivas, ok?! 

Beijo grande no coração! ❤💋

 

 

Don´t stop me now...

Não, não me pare agora! Sim, estou aproveitando minha vida antes que eu não tenha mais tempo para fazer isso. Nossa! Mas você realmente deve ser rica para conseguir aproveitar tanto em uma cidade como São Paulo, não é?! Ah, engano seu meu amor. Rica? Quem me dera um dia... Afinal, trabalho diariamente para, pelo menos, conseguir pagar minhas contas e me divertir. Se já atrasei alguma conta, pois queria ir naquele show mara e imperdível? 😙  Já! 😮 Ahhh, não vou mentir para agradar, né gente?! Rs. 

Bom, vamos deixar pra lá as coisas "erradas" e falar do que realmente interessa, né não?! Aos poucos eu vou contando mais coisas "erradas", como esta da conta sem pagar, para vocês só que bem de leve, pois o blog não vem com "Para maiores de 18 anos" na tela. 😀

Como diz a música do Queen, título desse texto lindo, "Não me pare agora.. Se você quiser ter um momento bom, apenas me ligue..." E porque parar? Sim, a cidade de São Paulo é cara. Fato! Aqueles que têm filhos então... "Meu Deus! Chegaram as férias escolares, o que eu faço?! OMFG!!" A cidade de São Paulo é a cidade que mais possui variedades de restaurantes, cinemas, bares, teatros, exposições e etc. do Brasil e, sim, muitos de graça ou custando pouco. Uhuuuuuu!!! Não sabiam? Pois então saibam que o mês de Julho está recheado dessas atrações e são algumas delas que eu vou apresentar aqui.

Vamos usar nosso gingado para viver nessa cidade de pedras...

Seguem algumas pequenas dicas (é muita atração e não tenho como colocar todas aqui. Sorry guys!!!) -

Vamos começar pela Vila Madalena (Ô lugar bom para ter gente bonita, não é sô?!) 

  • No sábado - 04/07 - Rua Medeiros de Albuquerque ao lado do Beco do Batman - A "Vila Madá" vai receber o Jazz na Rua com o músico Muari Viera das 13h às 16h. Os convidados pra tocar com ele é o grupo Les Serges, com Chris Hidalgo na voz e percussão e Franck Oberson no baixo.

Para os papais de plantão - A partir das 12h as crianças podem curtir um espetáculo com marionetes do "Ronaldo e suas Marionetes". 

Além das atrações, terá muita moda a preço justo e os famosos food trucks e as barracas de comidas.

  • Para os amantes de um bom cafézinho - A Mellita lança o "Coffee Truck" aonde servirá cafés de graça, coados na hora, e ainda dará dicas e explicações para o público sobre o tipo de café que cada um escolheu. Esse final de semana, começando amanhã, eles estarão na Rua Oscar Freire, 1106 (em frente a loja Timberland). Sexta a domingo, 10h às 18h.
    Dias 3, 4 e 5/07.
  • Para os amantes da Fotografia - A Galeria Crivo recebe a exposição "A3" até o dia 30 de julho, de terça a sexta-feira, das 12h às 20h, e aos sábados, das 14h às 21h.  Ahhhh... As Instituições da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo têm programação especial sobre fotografia para amadores e profissionais de graça
  • Para quem quer aprender a fazer pão - A Fleischmann, em parceria com o Instituto do Desenvolvimento de Panificação e Confeitaria (I.D.P.C), oferece curso de panificação ao público, em comemoração ao Dia do Panificador, dia 08/07 das 14h às 17h.
  • Para quem curte uma musiquinha - O Sesc Itaquera contará, todos os domingos de 05 até 26/07, com shows de graça, às 15h. Dentre os shows que irão acontecer estão Luiza e Zizi Possi, Martinho da Vila e Mart'nália, Luciana Mello e Jair Oliveira... E por ai vai....

 

Eai queridos, gostaram das dicas?! Sei que não são muitas, mas é que rola coisa pra carambaaaa em Sampa meu!! Rs. 

Vamos lá aproveitar o final de semana, as férias dos filhos (Já pensaram em fazer um piquenique com eles e, de quebra, passar um dia delicioso no parque?!), vamos aproveitar essa 'malemolência' que Deus nos deu e levá-la para a rua.. 😀 Observaçãozinha básica - Busco muitos eventos desse tipo na internet e, todos desse belo post, são do Catraca Livre. #ficaadica

Essa vida é uma só, você vai mesmo ficar parado? Let´s enjoy baby!!

Espero que tenham gostado!! 

Beijos no coração de cada um!! ❤💋

 

Vida intensa...

Sigo minha vida guiada pelas emoções e por isso que resolvi criar esse blog. Através de uma vontade louca que me deu de contar um pouco mais sobre minha vida, de trazer dicas para as pessoas, de mostrar pessoas que agregam positivamente na minha felicidade, informações sobre alguns lugares que já fui ou não, enfim, de agradecer por essa vida linda que Deus me deu. 

As vezes passamos horas reclamando de coisas que não conseguimos, não temos, que esquecemos de agradecer tudo aquilo que temos. Ou, as vezes, esquecemos que tudo tem o seu momento certo e que nunca podemos perder a fé. A fé na vida, a fé no próximo, a fé em um mundo melhor. Afinal, você que faz o seu dia!

Profissionalmente falando, sou Assessora de Casamentos e realmente amo minha profissão, mas amo muito mais o mundo das descobertas e incertezas e esse é um dos motivos dos quais escolhi trabalhar com eventos. Cresci vendo minha mãe produzir minha festas infantis, os aniversários dos meus irmãos, as festas de Ano Novo, as feijoadas para as 100 pessoas que meu pai tinha acabado de conhecer na praia e levara para casa, a vi transformando maças em cisnes sem ao menos ter feito algum curso, fazendo esculturas de gelo com flores internas (isso na década de 80, ok?!), desfiles e mais desfiles a beira da piscina, e por ai vai... Realmente eu acho que não conseguiria seguir outra profissão que não fosse lidar com festa, com os sonhos das pessoas, com aquela sensação maravilhosa de ver um lugar vazio virar um lindo casamento, de saber fazer uma decoração com o que temos em casa mesmo, ou seja, saber usar a criatividade, conseguir olhar para uma calça jeans usada e a fazer virar um vaso para plantas... Ah! Como amo o que faço! Como amo ter crescido em meio a esse ambiente!

Pessoalmente falando, sou uma eterna apaixonada pela vida, eterna sonhadora, aquela que corre atrás dos seus sonhos e que continua sonhando cada vez mais, as vezes doida, as vezes sensata, aquela que 'viaja' escutando uma música, que canta alto, que fala besteira, que ri de besteiras que ninguem mais ri, que fala alto, que bebe, que se diverte, que sai, que é extremamente responsável no seu trabalho, mas querendo sempre viver, viver, viver... Como eu sempre digo "Não sei se estarei viva amanhã, por isso, vivo tudo que posso hoje".

Não, a vida não é um mar de rosas e todos nós sabemos disso. Mas já possuímos muitos problemas para fazer um blog que fala em relação a isso, não é?! Senão teria que mudar o nome do blog para 'Muro das Lamentações' e, quem realmente me conhece, sabe que dificilmente me verá lamentando algo.

Como vocês podem ver, sim, eu gosto e muito de escrever. Não sei qual eu faço mais, falar ou escrever, mas se vocês me conhecerem verão que são os dois. kkkkkkkkkk. 🤪 É, fazer o que, né?! Meu apelido quando pequena era 'Nega do Leite', pois meu pai falava que eu falava mais do que a Nega do Leite (Esse é um ditado popular antigo, ok?! Sem querendo ofender a Nega do Leite quando meu pai a comparava a mim. 😀 Rs)

Bom, falado um pouco sobre a minha pessoa e de como será o blog, vamos começar com o primeiro post. 

Super aceito dicas, sugestões e críticas construtivas!!

Espero que vocês gostem e se divirtam!

Um grande beijo e muito amor no coração de cada um! 💋❤

 

 

 

Ela tinha sede. Não dessas que você resolve com um copo d’água. Não! A sua sede era na alma. Queria experimentar todos os gostos, todos os sabores e todos os amores. Queria todas as horas em um só segundo. Saber de tudo, experimentar tudo, conhecer todos os lugares. Queria não, precisava. Amava e desamava com a mesma intensidade. Tinha sempre muita dificuldade de fazer escolhas, já que não se permitia abdicar de nada. Sentia pressa de viver e via tudo passando depressa demais. A ressaca era sua companheira. Física e moral. Mas gostava de sentir isso. Gostava do desafio, do improvável, do perigoso e do proibido. Não tinha tempo para o morno. Ou congelava ou pegava fogo. Sempre apostava tudo. Como num jogo de Poker. No caso dela, Strip Poker. Adorava o risco. Perder e ganhar fazia parte da diversão. Nem sempre era a primeira a chegar, mas sempre a última a sair. Andava em bando. Andava sozinha. Acordava com o Sol, dormia na chuva. Chorava escondida, debaixo do chuveiro pra nem ela mesmo ver suas lágrimas caindo. Não admitia sofrimento. Quem a encontrava via sempre um sorriso. Só o seu travesseiro sabia a verdade. Por muitas vezes comprou passagens só de ida. Por muitas vezes amou profundamente por uma só noite. Por muitas vezes bebeu além da conta. Sentia saudades, amor e ódio em uma fração de segundo. E depois passava. E depois voltava. Tudo ao mesmo tempo. Todos sentimentos guardados dentro de uma garrafa. E de repente ela virava. Tudo de uma só vez, como num shot de tequila. Muitas vezes foi apontada, julgada ou mal compreendida. E tanta gente pode dizer quase tudo a seu respeito, menos que ela não tenha vivido. Eu, que tive a sorte de conhecê-la, digo que a Dani sempre foi muito especial, porque talvez tenha entendido o sentido dessa vida antes de todos nós.

Texto by Rafael Magalhães (Precisava Escrever)
Foto by me (Mariana Guedes) - Praia do Porto da Barra - Salvador - sem filtro